25/02/2019

Seminário de PICS em Sergipe conta com a participação de representantes do Cofen, Coren-SE e Coren-SP

O seminário teve o intuito de criar as comissões de organização, o tema central e os eixos temáticos que serão abordados no II Congress ...

Representantes do Cofen, Coren-SE e Coren-SP participaram de um seminário na última sexta-feira (22/02), para construir o II Congresso Nacional e o VI Encontro Nordestino de Práticas Integrativas Complementares (PICS). O evento, organizado pelo Movimento Popular de Saúde em Sergipe (MOPS), foi realizado no Campus de Saúde da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em Lagarto e contou com a participação de outros profissionais da área da saúde.

De acordo com a enfermeira e coordenadora do MOPS-SE, Simone Leite, o seminário teve o intuito de criar as comissões de organização, o tema central e os eixos temáticos que serão abordados no II Congresso Nacional, que será realizado de 15 a 17 de novembro em Sergipe. “Encontros como este serve para que nós possamos discutir e formular estratégias para implantar as PICS no Sistema Único de Saúde”.

Conselheira Federal, Maria Luísa de Castro.

O sistema Cofen/Conselhos Regionais acredita que as Práticas Integrativas se constituem hoje numa realidade, uma vez que se encontram inseridas em todos os níveis de atenção à Saúde a partir de uma visão ampliada do processo saúde–doença e da promoção global do cuidado humano, especialmente do autocuidado.

A Comissão de PICS do Cofen sempre costuma trabalhar com parcerias. Atualmente, os membros estão visitando os Conselhos Regionais de Enfermagem que não tem uma comissão local para apresentar as PICS aos presidentes e plenária. Na oportunidade, eles realizam atividades com os funcionários, aplicam as terapias e articulam palestras nas Universidades.

Para Marcelino Cavalcante, enfermeiro e coordenador da Comissão de PICS do Cofen, a participação em seminários como este é importantíssimo para a construção das PICS à nível nacional. “As práticas integrativas não são da Enfermagem, da Medicina, Odontologia, Farmácia ou de outra profissão. Ela é multiprofissional! E o que estamos buscando é, exatamente, a construção de uma política multiprofissional”, disse Marcelino ressaltando que “a interação e a participação de cada profissional com sua experiência é que vai construir, contextualizar essa terapia para atendimento à população”.

Além de Marcelino Cavalcante, estavam presentes no seminário a conselheira federal e representante da área técnica de PICS da Secretaria do Estado de Saúde da Bahia, Maria Luísa de Castro, a membra da Comissão de PICS do Coren-SP, Carmencita Ignatti, o presidente e o conselheiro do Coren-SE, Diego Rafael e José Cícero de Alcântara. A presidente do Instituto TEC Hahnemand – Educação em Homeopatia de Minas Gerais, Iliete Fagundes também esteve presente.

Fonte: Coren-SE




  • bannerConvenio207x117
  • bannerTransparencia 207x 117
  • e-dimensionamento-207x117