30/11/2018

Presidente do Cofen é reeleito para o cargo máximo do CREM

O presidente do Cofen, Manoel Neri, foi reeleito, por unanimidade.

O presidente do Cofen, Manoel Neri, foi reeleito, por unanimidade, por mais quatro anos, para o cargo máximo do Conselho Regional de Enfermagem do Mercosul (CREM). O pleito aconteceu nesta quinta-feira (29), durante reunião do CREM, no 21º CBCENF, em Campinas-SP. O órgão é um dos principais articuladores para que a Enfermagem influencie nas políticas de Saúde, especialmente nas decisões relacionadas ao exercício da profissão.

Manoel Neri fez um discurso enaltecendo toda a contribuição que há entre os integrantes do Mercosul. Uma das idéias principais do CREM é fortalecer as organizações de enfermagem para que haja uma valorização do profissional. “Faremos um trabalho  com todas as organizações que integram o CREM para o desenvolvimento da enfermagem em nossa região, não só no Mercosul, mas também, na América Latina e Caribe. Nós, enquanto CREM, podemos dar uma grande contribuição para a profissão”. 

A reunião tratou também da reformulação do Estatuto da organização, da parceria entre os países do bloco no âmbito da enfermagem, do intercâmbio de profissionais e dos acordos com todas as instituições pertencentes ao CREM.

Outras medidas serão tomadas ainda até o final do 21º CBCEN. Como uma moção de apoio a enfermagem venezuelana, cuja comitiva não pôde comparecer ao evento, e uma de repúdio ao governo argentino, que sinaliza para a exclusão da enfermagem como membros das equipes de saúde. O próximo encontro do CREM será realizado no Congresso Paraguaio de Enfermagem, em maio de 2019.

 

Fonte: CBCENF




  • bannerTransparencia 207x 117
  • bannerConvenio207x117
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • e-dimensionamento-207x117