30/11/2018

Os desafios de ser o melhor possível na profissão de Enfermagem marcam palestra no último dia de CBCENF.

A enfermeira Maria Júlia Paes emocionou os congressistas ao falar sobre a atuação da Enfermagem no cuidado.

Aconteceu nesta sexta-feira (30) a última palestra do 21º CBCENF, com o tema “O Desafio de Ser e Fazer o Melhor”, ministrada pela enfermeira e professora Maria Júlia Paes da Silva. A especialista em comunicação interpessoal e terapêutica, humanização e qualidade nos atendimentos de saúde e práticas integrativas e complementares de saúde emocionou o público que lotou o auditório para ouvi-la.

A enfermeira compartilhou experiências da docência e da prática em Enfermagem para falar sobre a importância de enxergar o paciente, comunicar bem verbal e não-verbalmente e ser a melhor pessoa que podemos ser. “Não fazer mais nem menos, fazer o possível. O melhor possível.”, comentou. Maria Júlia discorreu sobre a dificuldade que o profissional enfrenta ao  lidar com pessoas que estão em seu pior momento. “Esse é o momento que o profissional deve fazer o possível para não piorar o quadro do paciente, e sim dar a ele conforto”, explicou.

O paciente está doente e precisa lidar com a perda de competências que  teve durante toda a vida, nesse momento o enfermeiro precisa ouvir para compreender e então lidar com a situação. Para ela, o cuidado vai muito além do diagnóstico ou tratamento. A forma como cada procedimento é feito, dito ou não dito durante o processo de cuidado faz muita diferença para quem se encontra em situação vulnerável. Ela conta que o verdadeiro desafio é mesmo se tornar melhor a partir de cada experiência. “Tenho quase 40 anos de Enfermagem e ainda me afeto. Como eu posso cuidar de gente se eu não gosto de gente?”, afirma. Dessa forma, apresentou alguns pontos que contribuem para uma melhoria pessoal diariamente: ser impecável com a palavra, evitar levar as coisas para o lado pessoal, evitar tirar conclusões e fazer o melhor possível.

A enfermeira Maria Júlia emocionou e inspirou os ouvintes neste último dia de congresso, que com certeza irão levar sua fala delicada e forte para o seu cotidiano. “O que somos no dia a dia fala muito mais do que qualquer coisa que possamos conversar sobre cuidado”, finalizou.

Fonte: Ascom – Cofen




  • bannerTransparencia 207x 117
  • bannerConvenio207x117
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • e-dimensionamento-207x117