07/04/2021

Hospital Regional de Socorro passa por mais uma fiscalização

A instituição foi a José Franco Sobrinho, que possui alguns pontos a serem corrigidos

O Hospital Regional José Franco Sobrinho, em Nossa Senhora do Socorro, passou por mais uma fiscalização do Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe (Coren-SE), no fim de março, dia 30.

A instituição de saúde está com um setor dedicado às síndromes gripais em funcionamento, onde há uma demanda elevada e intensa, em especial voltada para a Covid-19. Neste local, há necessidade de adequação na porta de entrada, em relação ao fluxo, na oferta de alguns materiais aos usuários da instituição.

Na ocasião, constatou-se que ainda persiste uma inconformidade com relação a ausência de profissional enfermeiro no Centro de Material e Esterilização em um determinado turno.

Os documentos gerenciais, como Manual de Normas e Rotinas, Procedimento Operacional Padrão e Regimento a Interno não estão disponíveis em todos os setores para consulta dos colaboradores e o hospital ainda não dispõe de Comissão de Ética.

Os colaboradores da instituição também questionam que, diante da necessidade de afastamento em virtude de infecção por Covid-19, não contam com determinados tipos de apoio, como o pagamento de salário durante este período.

Ainda na oportunidade, foi identificado o subdimensionamento de profissionais de Enfermagem, em mais de um setor da instituição, e outro ponto importante identificado foi a falha na escala, com o direcionamento de categorias legalmente inaptas para tratar de pacientes em situações mais críticas.

O Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe passará todos os pontos observados para a gestão e autoridades competentes e, uma vez estabelecido o prazo para correções, fará o retorno para verificar foram realizadas ou se haverá necessidade de ação jurídica.

Fonte: Ascom Coren-SE




  • bannerConvenio207x117
  • bannerTransparencia 207x 117
  • e-dimensionamento-207x117