30/11/2018

EUA, Portugal e Brasil trocam experiências sobre a valorização da Enfermagem

EUA, Portugal e Brasil trocam experiências sobre a valorização da Enfermagem.

Profissionais de Enfermagem nos Estados Unidos, em Portugal e no Brasil se reuniram para participar da mesa redonda com o tema “Atuação das Organizações Profissionais no Mundo: ênfase na valorização profissional”, durante o 21° Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF), em Campinas (SP), nesta quinta-feira (29).

A professora Paulina Kurcgant coordenou a mesa que reuniu Anthony Ciampa, do Nysna (New York State Nurse Association), Luiz Felipe Cardoso Barreira (Ordem dos Enfermeiros de Portugal) e Irene do Carmo Alves Ferreira, representando o Cofen.

Por meio  de tradução simultânea, Anthony explicou a sua experiência como primeiro presidente da associação de enfermeiros dos EUA e mostrou a importância da liderança e coletividade para fortalecer e empoderar a profissão.

O movimento do sindicato nos Estados Unidos movimentou milhares de profissionais e conseguiu levar para o legislativo sua força  e número para influenciar as tomadas de decisões relativas à área da saúde.

“O sindicato tem esse papel de fortalecimento da profissão. Mas é preciso lembrar que como enfermeiro temos o interesse de proteger a saúde dos nossos pacientes. E só com o empoderamento pessoal é possível iniciar um trabalho em conjunto”, destacou.

Diferentemente dos EUA, os representantes  de Portugal e do Brasil não têm força sindical, mas trabalham com a regulamentação do exercício da profissão. O vice-presidente da Ordem dos Enfermeiros de Portugal, Luiz Felipe Cardoso Barreira, apresentou a realidade dos mais de 71 mil profissionais do país.

“Viemos falar sobre o tema do desenvolvimento e valorização profissional. Nós trazemos  a nossa metodologia que está, desde 2016, a vigorar em Portugal. Tanto das especialidades clínicas, porque já criamos mais seis especialidades, como na questão do internato da especialidade que os enfermeiros não têm. Falamos também sobre o que é a atividade da Ordem em Portugal, nos protocolos que fazem, nas legislações que implementam, e uma série de questões que trazemos ao Congresso Brasileiro”, afirmou.

A representante do Cofen, Irene do Carmo Alves Ferreira, apresentou os projetos e planos do Conselho para valorização profissional. Ela falou da importância do novo Código de Ética. “Um profissional empoderado é aquele que sabe a sua legislação. Essa é uma troca de experiências. O que essas instituições estão fazendo da valorização da enfermagem, também visamos futuramente montar acordos mútuos para serem firmados”, garantiu.

Fonte: CBCENF




  • bannerTransparencia 207x 117
  • bannerConvenio207x117
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • e-dimensionamento-207x117