09/10/2018

Cofen e Coren-SE Cofen e Coren-SE apresentam o Programa Nacional de Qualidade a instituições de ensino e serviços de saúde

O Programa contemplará profissionais da enfermagem e instituições de ensino e saúde com o Selo de Qualidade do Cofen.

Com o objetivo de apresentar o Programa Nacional de Qualidade (PNQ), garantindo uma Enfermagem mais forte e integrada no País inteiro, o Cofen enviou a Sergipe, os membros da comissão do PNQ, Cláudio Porto e Irene Ferreira, para se reunir com a diretoria executiva do Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe (Coren-SE) e coordenadores das instituições de ensino e serviços de saúde. O encontro aconteceu na tarde de hoje, dia 09, na sede do Conselho, situado em Aracaju.

Segundo o coordenador da comissão, Cláudio Porto, esse projeto estimula o desenvolvimento da adoção de boas práticas assistenciais. “O Cofen passa a se comprometer com a qualidade da profissão ao reconhecer quem contribui para uma Enfermagem melhor”.

O programa contempla todos os profissionais da enfermagem, sejam eles, enfermeiros, obstetrizes, técnicos e auxiliares, bem como, as instituições de saúde e educacionais.

Selo de Qualidade – A certificação de qualidade reconhece os profissionais que buscam o conhecimento e aprimoramento técnico, que prezam pela ética no local de trabalho, que se dedicam na busca pela excelência e realizam uma assistência humanizada. Dessa forma, o Sistema Cofen/Conselhos Regionais valoriza os profissionais que possuem aprimoramento técnico e conseguem diminuir os riscos inerentes ao exercício profissional.

Através do programa, é possível também certificar unidades institucionais, reconhecendo o esforço e a primazia da assistência prestada. Segundo o Cofen, para conseguir o Selo, as instituições serão avaliadas em seis dimensões: “Ações Gerenciais Sistêmicas”, “Estrutura Organizacional”, “Aspectos Operacionais”, “Infraestrutura”, “Gestão de Pessoas” e “Responsabilidade Social”. A concessão do selo terá durabilidade de 03 anos.

Entres os participantes estavam: Diego Rafael, Clarice Mandarino e Tânia Maria dos Santos, ambos pertencem à diretoria executiva do Coren-SE. Entre as representantes das instituições de ensino e serviços de saúde que foram inicialmente convidadas para fazerem parte do projeto piloto, estão: Flávia Janólio (Hospital Universitário – HU), Maria Ivanilda e Rosa Mérice (Hospital São Lucas), Marieta Cardoso (Universidade Tiradentes) e Rita de Cássia (Escola Profissionalizante de Saúde Dr. Augusto Leite).

 

Fonte: Ascom/Coren-SE




  • bannerTransparencia 207x 117
  • bannerConvenio207x117
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • e-dimensionamento-207x117