06/04/2018

Após esclarecimento do Cofen, novela recomenda doação de leite materno

"Outro lado do paraíso", que havia promovido a amamentação cruzada, recomendou a doação de leite materno; entenda a diferença.

Em cena transmitida na quarta-feira (3/4), Samuel sugere que Suzy doe para Banco de Leite Humano

Depois de promover a “amamentação cruzada” —prática contraindicada de uma mãe amamentar diretamente o bebê de outra—, a novela “O outro lado do paraíso”, transmitida pela Rede Globo, recomendou a doação do leite materno da personagem enfermeira Suzy, interpretada pela atriz Ellen Roche, para um Banco de Leite Humano. A cena foi ao ar na noite de quarta-feira, dia 04.

“É esta a conduta recomendada”, explica o enfermeiro Herdy Alves, da Comissão de Saúde da Mulher do Cofen. O leite materno doado aos bancos de leite passa por rigoroso controle de qualidade e por pasteurização antes de ser consumido por recém-nascidos prematuros ou de baixo peso internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

A “amamentação cruzada” pode trazer diversos riscos ao bebê, inclusive a transmissão de doenças infectocontagiosas, sendo contraindicada pelo Ministério da Saúde (MS) e Organização Mundial da Saúde (OMS), explicou o Cofen em nota de esclarecimento. Entidades como a Abenfo (Associação Brasileira de Enfermagem Obstétrica) e a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) também se posicionaram contra a cena de amamentação cruzada, veiculada em 27 de março.

Bebê que ainda não consegue mamar no peito toma no copinho, o leite materno doado no Instituto Fernandes Figueira, no Rio (crédito: Ana Branco)

Enfermagem e os Bancos de Leites

O Banco de Leite Humano é política pública instituída em uma rede ampla de cuidados à amamentação, que tem como objetivo a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. “O Banco de Leite Humano organiza processos de cuidado por meio da Enfermagem, que é extremamente importante no manejo clínico da amamentação”, explica Herdy Alves, da Comissão de Saúde da Mulher do Cofen. “Os cuidados de Enfermagem são amplos, incluindo massagens, ordenha, orientação e manejo do leite doado por mulheres que têm alta produção”, afirma o professor, que ressalta também o papel da Enfermagem nas questões sociais relacionadas à amamentação.

O aleitamento materno é comprovadamente capaz de reduzir infecções e alergias, além fortalecer o vínculo mãe-bebê. Bebê amamentados também têm menor probabilidade de desenvolver, no futuro, doenças como hipertensão e diabetes.

Serviço – Saiba como doar leite materno e encontre um Banco de Leite próximo a você. Além de receber doações, a rede de Bancos de Leites oferece apoio e consultoria gratuita a mulheres com dificuldade de amamentação.

Em Sergipe, o banco de leite Marly Sarney, fica situado na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL). Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (79) 3218-9424.

 

Fonte: Ascom/Cofen, com pequenas informações da Ascom Coren-SE.




  • bannerTransparencia 207x 117
  • bannerConvenio207x117
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • e-dimensionamento-207x117