25/01/2019

Após denúncia, equipe de fiscalização constata déficit de profissional enfermeiro na área vermelha do Huse

O Estado e a FHS devem apresentar documentos comprobatórios sob pena de aplicação de multa, conforme determinação judicial.

Na manhã desta sexta-feira (25/01), os enfermeiros fiscais do Coren-SE, Nívia Fabiana da Silva e Evaldo Lima, foram apurar denúncia em relação ao dimensionamento dos profissionais enfermeiros da área vermelha do Hospital de Urgência e Emergência de Sergipe (Huse).

Na ocasião, foi constatado in loco e através da análise dos livros de Atribuições e de Ordens e Ocorrências que há um déficit do profissional enfermeiro para atuar na área vermelha do Hospital.

Na oportunidade, a enfermeira fiscal Nívia Fabiana da Silva orientou a Responsável Técnica de Enfermagem do Huse, Maria da Conceição Seixas a encaminhar para o superintendente do hospital, Darcy Tavares, o cálculo de dimensionamento, que já foi analisado pela equipe de fiscalização do Conselho.

De acordo com o presidente e assessoria jurídica do Conselho, encontra-se julgada uma Ação Civil Pública nº 0003889-40.2013.4.05.8502, na qual não cabe mais recurso, que determina que a Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) adeque o dimensionamento de todos os profissionais de enfermagem em número suficiente para atender a demanda, apresentando cálculo de dimensionamento de modo a permanecerem presentes em quantitativo adequado em todas as unidades produtivas durante todo o período de funcionamento, inclusive com a implementação da  Sistematização de Assistência de Enfermagem (SAE).

O Coren-SE está tomando as medidas cabíveis e solicitando ao Estado que apresente documentos comprobatórios sob pena de aplicação de multa, conforme determinação judicial.




  • bannerTransparencia 207x 117
  • bannerConvenio207x117
  • BannerLateralAnjosEnfermagem-207x117
  • e-dimensionamento-207x117